Semear ideias ecológicas e plantar sustentabilidade é
ter a garantia de colhermos um futuro  
fértil e consciente!

Maranhão - (98)3274-1145 / 3274-1237 / 98789-2135

Piauí - (86) 98184-7844 / 99477-2937 / 99803-3774

Rio Grande do Norte - (84) 3631-8059 / 3631-8145 / 99128-2077

Tocantins - (63) 99911-5204 / 99111-7350 / 99994-8783

Sergipe - (79) 99809-5151 / 98111-6269

Bahia - (81) 98137-5151 / 99184-4555

Alagoas - (82) 98204-0785 / 99101-7679

Paraíba - (83) 98184-5151 / 99104-6032

Ceará - (85) 99186-1022

Pará - (94) 99174-6498 / 99215-4747

Pernambuco - (81) 98137-5151 / 99184-4555

IMG 86131 775x349

Artigo publicado na revista online PubVet, de agosto de 2018.

Resumo: O crescimento contínuo da indústria de alimentos resulta em uma grande quantidade de resíduos provindos dos frigoríficos de abate animais. O processamento dessa carne resulta em uma enorme quantidade de resíduos. A quantidade de resíduos produzidos além de ser uma grande perda de coprodutos com amplo potencial para reuso na cadeia produtiva, também causam sérios problemas de gestão, tanto do ponto de vista econômico como ambiental. Um dos resíduos gerados são as farinhas de origem animal (FOA), ingrediente rico em proteína, minerais e fonte energia em para rações de animais monogástricos. O uso de enzimas se torna uma estratégia interessante, pois podem tornar as FOA em ingrediente de maior valor nutricional. A suplementação enzimática beneficia a digestão e a absorção dos ingredientes, e sua adição em farinhas de origem animal pode melhorar a qualidade nutricional das rações e, consequentemente, o desempenho dos frangos. Esta revisão apresenta uma discussão sobre as enzimas uteis para nutrição de animais, principalmente as proteases utilizadas na hidrolise de resíduos proteicos, como as FOA.

Texto completo: PDF

Fonte: PubVet

© Copyright 2018 - Todos os direitos reservados para INDAMA